Neste artigo vamos falar sobre estratégias de marketing que a sua empresa pode adotar hoje mesmo. A palavra estratégia vem do grego “strategia“, em que ela designava os comandos de um general. Esse vocábulo grego partiu da aglutinação “stratos” (“multidão”) e “agos” (líder). Ela dizia respeito à arte de fazer guerra, um mote que já vendeu milhares de livros em todo o mundo.

Pois bem, nos mais diversos segmentos e contextos, as pessoas desejam saber como estruturar planos e manobrar para alcançar um objetivo. No universo das vendas e da publicidade, as estratégias de marketing ganharam uma série de recursos e novas perspectivas com a tecnologia.

Uma estratégia de marketing é definida antes mesmo de você começar as operações de seu negócio. Você não pode começar a vender seus produtos e serviços sem antes entender como o seu negócio dialoga com o mercado, quem são seus concorrentes, como você agirá diante dos fatores externos e internos e quais são os seus objetivos financeiros.

Isso não significa que as suas estratégias de marketing precisem ser definitivas. Na verdade, as elas podem ser fluidas e modificadas para melhorar seus resultados. À medida em que você verificar mudanças nas condições de mercado, na disponibilidade de recursos, entre outros fatores que possam impactar suas vendas, você pode aprimorar o que já foi traçado.

Quer aprender como estruturar sua estratégia de marketing? Confira o nosso post completo a seguir!

 

As 8 principais estratégias de marketing que a sua empresa pode adotar

 

A importância de ter estratégias de marketing bem definidas

É comum que as pessoas não entendam a diferença entre um plano e uma estratégia de marketing. Um plano de marketing destina-se a explicar como você atingirá seus objetivos de marketing, aplicando suas estratégias em uma rota que possa guiar você e seu time.

Já a estratégia de marketing é uma explicação dos objetivos que você precisa atingir com os recursos disponíveis. Ou seja, a estratégia de marketing é conformada de acordo com os objetivos de seus negócios.

Em suma, a estratégia é o pensamento, e o plano é a ação. Na prática, isso funciona da seguinte maneira:

A grande questão é que uma boa parte dos profissionais deseja atingir o “como” sem entender “o quê”. Isso pode fazer com que os recursos da empresa sejam desperdiçados. A construção de uma boa estratégia de marketing inclui alguns componentes essenciais:

 

Isso significa que você precisa entender quais mensagens deseja passar ao seu público, como essas mensagens se alinham com os objetivos de sua empresa, e o que fará nas próximas semanas e meses para atingir o resultado esperado. Para isso, você pode lançar mão de uma série de recursos, conforme mostraremos no próximo tópico!

 

8 diferentes tipos de estratégias de marketing

Em um mercado tão amplo, o mercado ganhou diferentes formatos, recursos e contextos. Hoje, é possível aprimorar o diálogo com seu público e melhorar suas vendas com estratégias diversas. Conheça-as a seguir!

 

1. Estratégias de marketing de relacionamento

O marketing de relacionamento vai muito além da conquista de clientes. Trata-se de uma estratégia que constrói a sua marca, envolve os consumidores, os fideliza, dissemina os seus valores e consolida a sua autoridade no mercado. Além de auxiliar nas vendas, ela cria fãs para a sua marca. Portanto, é preciso oferecer algo que seus clientes não encontrem em outros lugares.

Para criar uma estratégia de marketing de relacionamento, é preciso que você pense em longo prazo, pois o objetivo é criar uma relação contínua e progressiva com o cliente, fazendo com que ele se apaixone por sua marca.

Ao aproximar o cliente da empresa, a estratégia não beneficia apenas o cliente (que passa a ganhar um atendimento mais rápido e personalizado), como também a empresa, que aprende mais com a audiência e melhora suas soluções.

Seja qual for a maneira adotada para se aproximar de seus clientes, é essencial que você siga alguns passos, que também são recomendados em outras estratégias de marketing, como o digital.

 

Conheça a sua audiência

Para oferecer benefícios e uma experiência ímpar para seus usuários, é essencial que você os conheça. Algumas empresas apostam no uso de personas para que toda a equipe entenda as características do público que querem atingir e como trabalhar com ele.

Contar com uma base de contatos, que reúna informações estratégicas sobre sua audiência, também é de grande auxílio para estabelecer um relacionamento e fidelizar clientes. Mantenha essa base de dados sempre atualizada, de forma que você possa acompanhar as movimentações do mercado e ser mais assertivo em seu relacionamento.

Nessa base de dados, é importante identificar quais são os clientes que compram com maior frequência e quais geram mais receita para sua empresa. Procure focar as ações de marketing de relacionamento mais robustas nos clientes mais “dedicados”, oferecendo um acompanhamento personalizado.

 

Saiba como utilizar o e-mail marketing

O e-mail marketing é uma ferramenta altamente personalizável e pode ser utilizada em uma série de ações de marketing de relacionamento. Graças a ele, você pode informar aos assinantes sobre ofertas exclusivas, parabenizar o cliente em datas comemorativas e oferecer novos produtos com ações de cross-selling.

 

Crie programas de fidelidade

Você sabia que, de acordo com o Marketing Metrics, conquistar um novo cliente é 14 vezes mais caro em relação a manter um cliente que já esteja em sua base? Para incentivar uma relação mais duradoura com os clientes, os programas de fidelidade oferecem benefícios a uma fatia do público da empresa, de forma que os contemplados se sintam exclusivos.

Para oferecer benefícios realmente atrativos, analise sua base de dados, verificando o que pode ser útil para seus clientes.

 

Prepare a sua equipe

Para conquistar o público com ações de marketing de relacionamento, é preciso que você tenha uma equipe preparada para estar em constante contato com o cliente. Em algumas empresas, esses profissionais são organizados em um setor denominado Customer Success (CS).

Assim, enquanto o marketing oferece conteúdos que guiam o usuário pelo ciclo de vendas, esses profissionais entram em contato com os clientes de uma maneira mais próxima, obtendo insights para a campanha.

 

Utilize as redes sociais ao seu favor

As redes sociais oferecem recursos vastos para que a sua empresa se relacione com seus clientes. É preciso que sua equipe saiba responder ao imediatismo dessas plataformas e lidar com repercussões em curto prazo, como ocorre no caso de campanhas virais.

Assim como no caso do e-mail marketing ou de um blog, as redes sociais também necessitam de um conteúdo qualificado e personalizado para envolver os clientes.

Sobretudo, é preciso ficar atento à linguagem e às “regras” de cada plataforma, de modo que o usuário veja valor em seguir sua marca em vários canais. Os usuários do Instagram operam de uma maneira muito diferente em relação aos do Twitter, por exemplo.

O marketing de relacionamento requer criatividade, competência e investimentos para que sua marca ofereça diferenciais ao consumidor. Assim como nos relacionamentos da vida pessoal, é preciso que você conheça o público para atendê-lo de uma maneira surpreendente.

 

 

2. Estratégias de marketing boca a boca

O marketing boca a boca ocorre quando a empresa motiva as pessoas a falarem de seus produtos, serviços e de sua marca. Se as pessoas falam sobre variados assuntos nos mais diversos contextos, é preciso que você forneça um produto ou serviço surpreendente, que gere interesse o suficiente para que o consumidor comente sobre a experiência com amigos e familiares.

As pessoas confiam mais nas indicações de amigos do que em anúncios e comerciais. Portanto, conquistar os assuntos cotidianos de seus clientes é a melhor forma de conquistar autoridade em sua área.

O marketing boca a boca é incentivado quando os clientes se sentem satisfeitos o suficiente para recomendarem sua marca. Isso envolve oferecer um atendimento de qualidade e respostas rápidas quando erros acontecem.

É preciso também surpreender o cliente de uma maneira inovadora. Treine sua equipe para receber o público da melhor maneira possível, tirando dúvidas com rapidez e disposição.

A transparência também ajuda a engajar os clientes. Seja honesto quando não puder resolver os problemas propostos, e ofereça todo o suporte necessário para que as pessoas se sintam agradecidas por terem entrado em contato com sua marca.

 

 

3. Estratégias de marketing digital

Como mencionamos anteriormente, a tecnologia trouxe uma série de novas possibilidades para o marketing. Além das amadas redes sociais, fortaleceu-se o chamado Inbound Marketing e o marketing de conteúdo.

Embora pareçam ser os mesmos, o marketing interativo e o digital têm as suas diferenças. O primeiro se refere a uma estratégia de marketing que encoraja a participação dos consumidores. Isso significa que a comunicação é bilateral, e a experiência do usuário é continuamente aprimorada.

O marketing digital vale-se de meios digitais para entregar a campanha, que incluem SMS, o marketing de conteúdo, podcasts, e-mails e redes sociais.

 

 

4. Estratégias de marketing de guerrilha

O marketing de guerrilha tem como objetivo aumentar o impacto da ação sem que sejam necessários muitos recursos. Para isso, ele promove campanhas com impressões duradouras entre o público.

Para isso, é necessário conhecer muito bem os seus clientes e não abrir mão dos valores de sua marca. Mesmo que você adote uma abordagem mais engraçada ou impressionante que de costume, é importante que a sua marca seja rapidamente apreendida. Um caso emblemático é o da HBO, que, para promover a série The Sopranos, colocou braços falsos saindo do porta-malas de táxis em Nova Iorque.

Parcerias podem fortalecer a formulação de estratégias originais, capazes de provocar reações positivas entre o público. É necessário também acompanhar os resultados atentamente. Por mais espontâneas que sejam as campanhas, é preciso entender a repercussão delas entre os seus clientes.

 

 

5. Estratégias de marketing e merchandising

As estratégias de marketing e merchandising cuidam da informação e apresentação dos produtos e serviços nos pontos de venda. Com técnicas envolventes para aumentar a visibilidade de uma marca, o merchandising motiva e influencia as decisões de compra do público.

Além da apresentação diferenciada de produtos no interior das lojas e em vitrines, também são utilizadas propagandas e promoção de vendas (que envolvem a distribuição de brindes e ofertas).

 

 

6. Estratégias de marketing sazonais

Há mercados que variam de acordo com a época do ano. Assim como ocorre com as frutas e legumes, a oferta e a procura por um produto ou serviço pode aumentar ou diminuir de acordo com datas comemorativas e estações.

Após identificar a sazonalidade de suas vendas, fica mais fácil aproveitar os melhores meses do ano para fazer mais negócios e organizar suas operações para enfrentar os períodos mais difíceis.

O marketing sazonal prepara o seu empreendimento para tirar o maior proveito das vendas durante todo o ano. Com promoções, campanhas e lançamentos, você “aquece” épocas com um histórico baixo de vendas.

 

 

7. Estratégias de marketing de nicho

O marketing de nicho destina-se a um público específico. Por acompanhar o cliente “de pertinho”, a competitividade é menor, bem como os custos de divulgação. A audiência adapta-se rapidamente, e os consumidores mais fieis promovem a marca com naturalidade.

Para aplicar o marketing de nicho ao seu empreendimento, é necessário que você entenda profundamente o seu público. Isso facilita a definição de personas e o estabelecimento de prioridades que devem ser consideradas na formulação da campanha.

Por lidar com fatias pequenas de mercado, uma campanha de marketing de nicho frequentemente envolve a educação do público sobre a importância do produto ou serviço oferecido. A identificação de influenciadores e o uso de narrativas cativantes também são excelentes ferramentas nessa abordagem.

 

 

8. Estratégias de marketing B2B

O marketing B2B (Business to Business) lida com diferentes atores no processo de compra —os influenciados, os tomadores de decisão e os compradores. Com uma venda complexa, as empresas precisam atuar como verdadeiras evangelistas ao oferecerem a solução.

Outro fator decisivo para uma estratégia de marketing B2B é que as vendas não são motivadas pela emoção. É claro que você terá de utilizar uma apresentação de impacto para seus produtos e serviços, mas seu esforço para atestar o valor de sua solução será muito maior.

Nesse sentido, é essencial que o marketing B2B conte com táticas de relacionamento com o cliente e os potenciais clientes, bem como conteúdos educativos e relevantes.

 

 

Qual estratégia de marketing escolher

Ao escolher em qual estratégia de marketing investir, primeiramente, você deve entender o que exerce maior impacto entre o seu público.

Verifique o que já foi feito na concorrência, quais são os cases de sucesso mais recentes e quais são as plataformas mais utilizadas pelo seu público para se informar e adquirir produtos. Se ele prefere visitar lojas físicas, pode ser interessante fazer ações de merchandising em seu PDV e oferecer cupons de desconto para os clientes mais fiéis, por exemplo.

Também é importante considerar que as estratégias de marketing dialogam entre si, e que você não deve investir apenas em uma delas. Um blog com conteúdos exclusivos pode ser potencializado pelas redes sociais e por uma campanha de anúncios.

Especialmente nos primeiros meses de implementação da sua estratégia, você deve acompanhar suas métricas atentamente para verificar quais táticas têm sido benéficas para sua empresa. Portanto, é essencial ver como a estratégia em questão afeta seus resultados financeiros.

 

 

Passo a passo para desenvolver a sua estratégia de marketing

Alguns passos são essenciais para uma estratégia bem-sucedida! Entenda:

Segmentação

O primeiro passo para todo tipo de estratégia de marketing é conhecer seu cliente. A segmentação permite que um mercado amplo e diverso possa ser reduzido à fatia que realmente interessa à sua empresa. Assim, as seções são mais fáceis de ser gerenciadas, e se baseiam em necessidades, prioridades e interesses a serem considerados em uma campanha personalizada.

Essa segmentação pode ser facilitada com o uso de sistemas de ERP, pesquisas de público e bancos de dados. Quanto mais direcionada sua estratégia de marketing for, mais ela tende a entregar resultados positivos e crescimento para sua empresa.

 

 

Compreenda a unicidade de seu produto ou serviço

Antes de começar a escrever sua estratégia de marketing, você também precisa saber como o seu negócio beneficia os usuários e como ele se diferencia dos concorrentes.

Faça uma pesquisa de mercado bem apurada, procurando entender aqueles que competem pelo mesmo público que você, os seus possíveis clientes e quais fatores podem causar impacto em seu negócio. Atentar-se aos 5 Ps do mix de marketing é bastante válido: produto, preço, praça, promoção e público.

 

Estude os pontos de contato com o cliente

Seus pontos de contato são aqueles em que há qualquer tipo de diálogo entre seus clientes e a sua marca. Entender a experiência dos usuários em todas as perspectivas possíveis (o que inclui telefone, e-mail, e-commerce, boletos, lojas, entre outros) ajuda a sua empresa a aprimorar todas as áreas do negócio.

Por ser uma área do conhecimento com recursos para investigar o comportamento das pessoas e mover planos de ação de acordo com as informações apuradas, o marketing pode auxiliar nessa etapa e se beneficiar dos dados coletados.

 

Gestão de marca

Sua marca é um dos aspectos mais importantes de sua empresa. Seu produto pode ter uma excelente qualidade, mas, sem uma estratégia para comunicar os valores de sua marca a consumidores que possam se interessar por eles, você fica em desvantagem no mercado. Ou seja, uma marca sólida reforça os valores de seu empreendimento diante dos olhos dos clientes.

Tendo isso em vista, a estratégia de marketing de seu negócio deve ser construída em torno das necessidades dos consumidores. Com a penetração das tecnologias no cotidiano da audiência, diferentes estratégias foram desenvolvidas para aprimorar a experiência dos clientes e aumentar a geração de lucros das empresas.

 

 

Quando investir em uma nova estratégia de marketing

O marketing reúne os conhecimentos necessários para identificar as necessidades do público que ainda não foram atendidas, bem como para criar e entregar valor para esses clientes em potencial.

Isso significa que a sua empresa deve investir no marketing sempre que desejar aprimorar o diálogo com o público e a sua atuação no mercado, ganhando vantagens competitivas. Não se trata de somente efetuar as vendas, mas de prestar serviços de uma maneira mais eficaz.

No caso do marketing digital, o Retorno sobre o Investimento (ROI) é satisfatório, dado que os recursos aplicados são menores em comparação aos gastos com anúncios na TV e no rádio, por exemplo.

Além disso, no marketing digital, todas as ações tomadas durante a campanha são mensuráveis, comprovando resultados para gestores e diretores. Ao conversar com os seus superiores sobre a necessidade de investir nesse segmento, lembre-se ainda das melhorias constantes pelas quais ele passa. Linkar para o texto “Como convencer seu chefe a investir em Marketing Digital”

 

 

3 exemplos de estratégias de marketing de sucesso

Reunimos alguns exemplos inspiradores para ilustrar tudo o que já ensinamos até aqui. Vamos aprender com algumas companhias já bem reconhecidas no mercado?

 

1. Sapatos TOMS e o fortalecimento dos negócios de impacto

O caso da marca de sapatos TOMS é um exemplo de como uma boa história pode ser a chave para conquistar o engajamento do consumidor. O público quer saber quais são os valores da marca e como os produtos adquiridos podem ajudar pessoas. E foi evocando a empatia de seus consumidores que a TOMS lançou o modelo “One for One” para conduzir seus negócios.

Na prática, para cada sapato TOMS adquirido, um sapato é doado para instituições de caridade. O modelo de negócios tornou-se um case de sucesso de empreendedorismo social.

Para potencializar seu impacto social, a TOMS criou o One Day Without Shoes. A campanha encoraja os clientes da marca a postarem fotos dos pés descalços em suas redes sociais. Para cada foto, um sapato foi doado para crianças carentes na Índia e no Peru. Em 2016, foram 27.435 pares de calçados doados.

 

2. IBM e o marketing em múltiplas plataformas

Com uma estratégia de conteúdo potente nas plataformas digitais, a IBM atingiu uma série de nichos de mercado com o seu Blog de Negócios Sociais, o Blog de Softwares, o Planeta Mais Inteligente e o Blog de Impacto. Dessa forma, ela atingiu a variedade de indústrias para as quais presta serviços, oferecendo recursos úteis, como planilhas e estudos de caso.

 

3. GoPro e o poder da imagem

A fabricante de câmeras portáteis GoPro constrói a sua estratégia de conteúdo em torno de fotografias espetaculares e imagens emocionantes. Assim, ela já conta com 5.2 milhões de inscritos no YouTube. A companhia conquista grande engajamento entre os fãs da marca, contando com mais de 6 mil vídeos enviados por eles.

Sua estratégia de marketing deve lançar foco sobre as necessidades de seu público e criar experiências que encantem o consumidor com serviços de qualidade. Capaz de entregar 70% mais retorno sobre o investimento em relação aos canais tradicionais, o marketing digital permite que você se conecte com seus consumidores por meio de uma grande diversidade de canais, tais como redes sociais, SMS, e-mails, conteúdo, etc.

E você, gostou de nossas dicas sobre estratégias de marketing? Está pensando em construir uma? Assine a nossa newsletter para receber as novidades do mundo do marketing e construir uma tática inovadora para sua empresa!

Data: 04.01.2018
Categoria: Negócios


Compartilhe isso.
×

As 8 principais estratégias de marketing que a sua empresa pode adotar

Outros posts

5 estratégias de Marketing Digital que você precisa implementar JÁ!

Marketing Digital para pequenas e médias empresas: por que o seu negócio precisa dele?

Marketing online: o que é e quais são as diferenças para o offline?

Afinal, marketing na internet é só para as grandes empresas?

As melhores práticas de marketing digital para pequenas e médias empresas

As 8 principais estratégias de marketing que a sua empresa pode adotar

Saiba como convencer seu chefe a investir em marketing digital

É inovação na comunicação, mas pode chamar de Neocom.

Twitter começa a testar 280 caracteres.

Sim, a mídia tem poder.

Novas Mídias, muitas possibilidades, poucos limites.